Como o preço dos combustíveis afeta o país?

Nas últimas semanas, os brasileiros testemunharam mais um aumento no preço dos combustíveis, tanto da gasolina como do diesel. O novo aumento registrado para gasolina é o maior desde 30 de outubro de 2018,  chegando a uma média de R$ 1,98 por litro.

Já o óleo diesel, teve seu aumento decretado no dia 17 do último mês (abril), sofrendo um aumento de R$ 0,10 em sua cotação. O novo aumento não agradou a categoria dos caminhoneiros que, mais uma vez, ameaçaram realizar uma nova paralisação geral.

Diante disso, o atual governo tomou algumas medidas para evitar uma nova greve, liberando novas linhas de crédito para classe por meio do BNDES, além de destinar uma verba para manutenção e reparo das rodovias. Tais medidas, todavia, dividiram a categoria.

Em nosso blog, escrevemos um artigo completo sobre a greve dos caminhoneiros que parou o país no ano passado. Para saber tudo a respeito desta greve, clique aqui e leia este conteúdo em nosso blog.

Além disso, já abordamos aqui no blog alguns temas relacionados aos combustíveis. Mostramos, por exemplo, os “motivos” do alto valor praticado pelo mercado brasileiro para a gasolina, além de explicar as diferenças entre os tipos de combustíveis existentes.

Para ampliar seus conhecimentos sobre os combustíveis, recomendamos a leitura destes dois artigos. Para facilitar sua navegação no nosso blog, deixaremos os links destes conteúdos logo abaixo.

Porque a gasolina no Brasil custa o que custa? Clique aqui e leia este conteúdo!

Conheça os tipos de combustíveis existentes. Clique aqui e leia este conteúdo!

No artigo desta semana, mostraremos como a alta no preço dos principais combustíveis, a saber, o óleo diesel e a gasolina, influenciam o aumento de preços em várias cadeias produtivas domésticas.

No artigo de hoje, falaremos sobre:

  • Porque as empresas dependem dos combustíveis?
  • Como os combustíveis afetam nossas vidas?

Porque as empresas dependem dos combustíveis?

Muitas atividades organizacionais necessitam de alguma força energética para existirem, se desenvolverem economicamente, além de gerar valor para as empresas e para a sociedade.

Os combustíveis derivados do petróleo, principalmente, o diesel e a gasolina, são fontes energéticas fundamentais para qualquer empresa mundo afora, e a razão é muito simples: ambos são instrumentos básicos para a produção.

Dizemos que ambos são instrumentos “básicos” para a produção, pois, fornecem energia aos processos de fabricação (tipos específicos de combustíveis), além de viabilizarem a distribuição e a entrega por meio do transporte.

Seja para produzir e receber insumos, transportá-los pelos sítios produtivos ou destiná-los ao locais de venda, é fundamental o apoio logístico. Em nosso país, majoritariamente, o escoamento produtivo é realizado através do transporte rodoviário.

Não precisamos ir muito longe para saber que este tipo de transporte só é possível graças a existência destas commodities. Então, quando há aumento em suas cotações, o produto final tem sua precificação elevada, uma vez que, grande parte das etapas produtivas tornam-se mais caras.

Se isso não bastasse, grande parte do maquinário produtivo adota, como fonte de energia, exatamente, algum destes combustíveis, principalmente, o óleo diesel. Agora, vamos entender como o aumento na cotação destes produtos afeta o nosso dia a dia, bem como, todo o país.

Como os combustíveis afetam nossas vidas?

Como vimos, o escoamento produtivo do Brasil, quase que em sua totalidade, ocorre por meio do transporte rodoviário. Não precisamos saber muito para entendermos que, este tipo de transporte, depende diretamente dos combustíveis para existir.

Quando há aumento no preço destes derivados do petróleo, todo o sistema produtivo doméstico vê seus custos aumentarem, passando pela aquisição de matéria prima até a venda dos produtos.

Toda essa conjuntura, naturalmente, infla os preços de quase todas as cadeias produtivas domésticas e, consequentemente, as empresas, transportadoras e distribuidoras repassam estes aumentos para você, cliente final.

É por isso que quando o preço dos combustíveis aumenta, via de regra, grande parte do mercado nacional também tem seus preços aumentados, pois, como vimos, o combustível tende a puxar os preços para cima, e não somente na venda de produtos, mas, inclusive, na prestação de serviços (transporte público, aplicativos de transporte, motoboy, dentre outros).

Conclusão

A primeira peça de um jogo de dominó, quando empurrada, derruba todas as outras peças do tabuleiro em sequência. O combustível, quando tem seu valor aumentado, exerce o mesmo papel em todas as cadeias produtivas do nosso país, uma a uma.

Como mostramos, o aumento global de preços é justificado pelo aumento no custo produtivo, nos processos de transporte e destinação dos produtos finalizados. As empresas, por sua vez, quando não conseguem segurar este aumento repassam aos seus clientes.

Agora que você aprendeu sobre a influência exercida pelo aumento de preços da gasolina e do diesel no mercado brasileiro, descubra tudo sobre roteirização, uma tecnologia que ajuda as empresas a reduzirem custos com combustível.

Recent Posts