Custos com acidentes de trânsito: você sabe identificá-los?

Quando um acidente acontece com um veículo de sua frota, você sabe quais são os custos envolvidos nessa ocorrência? Se você demorou a responder essa pergunta, provavelmente, tais custos não estão claros para você.

Pensando nisso, no artigo dessa semana, mostraremos quais são os custos envolvidos na ocorrência de um acidente. Assim, você poderá calcular com precisão o quanto cada ocorrência custa para sua empresa.

Hoje, falaremos sobre:

  • Custos materiais
  • Custos derivados
  • Custos trabalhistas
  • Custos produtivos

Custos materiais

Acidentes, normalmente, a depender da intensidade, causam danos materiais. Esse é o gasto mais fácil de ser observado e calculado em uma ocorrência. Mas, nem sempre esse custo se associa, somente, aos danos causados no veículo.

Em alguns casos pode-se incorporar este custo aos danos causados ao frete e em equipamentos transportados pela empresa, por isso, o calculo dos custos materiais pode ser mais complexo.

Custo derivados

Acidentes de trânsito ocasionam custos derivados, ou seja, custos relacionados ao acidente propriamente dito. Nessa categoria estão incluídos os custos com contratos de seguro, manutenções específicas, serviços terceirizados, dentre outros.

Gerenciar adequadamente esses custos é uma forma eficiente de mantê-los em níveis controlados e evitar gastos desnecessários na hora dessas ocorrências.

Custos trabalhistas

Mesmo que o acidente não tenha sido causado pelo empregado em serviço, a responsabilidade sempre recairá sobre o empregador. Por isso, em casos de internação e tratamento, a empresa é responsável pelos custos médicos e por acompanhar todo o processo.

Por isso, é fundamental treinar recorrentemente os motoristas e ensiná-los a dirigirem defensivamente. Essa, talvez seja a melhor forma de reduzir as taxas de acidentes em uma frota.

Custos produtivos

Quando um funcionário envolvido em um acidente é afastado por razões médicas ou, ainda, quando um veículo é parado para ser reparado, o tempo de ociosidade é um custo inevitável e muito alto.

Muitas vezes no mundo empresarial uma verdade é ignorada: deixar de ganhar dinheiro é tão ruim quanto gastar sem necessidade ou amargar prejuízos. Os acidentes diminuem a produtividade da empresa e a possibilidade de lucro.

Por isso, os gestores devem implementar medidas de prevenção de acidentes, pois, além de resguardarem a segurança dos motoristas e o próprio patrimônio, a empresa evitará custos desnecessários, além de prejuízos.

Conclusão

É muito importante que um gestor de frota controle o dia a dia de sua operação bem como as ocorrências que podem acontecer. Por isso, investir em um software para gestão de transporte é uma medida estratégica e muito eficiente.

Agora que você aprendeu mais sobre os custos envolvidos em um acidente, descubra tudo sobre a taxa de indisponibilidade e como ela afeta negativamente uma frota de veículos.

Recent Posts