5 documentos importantes para o transporte de cargas

Dentre os processos de rotina do transporte de cargas e entrega de mercadorias, a emissão de alguns documentos é uma das etapas de grande importância, uma vez que evita prejuízos e facilita a fiscalização.

Para auxiliar a sua operação, no artigo dessa semana, mostramos os principais documentos para o transporte de cargas que o negócio deve emitir. Hoje, você vai aprender sobre:

  • Carta Frete Eletrônica
  • CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico)
  • DANFE
  • Nota Fiscal Eletrônica
  • MDF-e (Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais)

Carta Frete Eletrônica

Também conhecida como CF-e, a Carta Frete Eletrônica é um documento validado eletronicamente pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e visa registrar o pagamento eletrônico entre uma transportadora e o motorista agregado.

Além disso, a norma diz que a quitação ao transportador autônomo e à empresa de transporte com, no máximo, três veículos, deverá ser efetuado por meio de conta bancária ou cartão próprio para recebimento de créditos. Este é um documento obrigatório.

CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico)

O Conhecimento de Transporte Eletrônico, conhecido pela sigla CT-e, é um documento que foi criado com o objetivo de registrar, para fins fiscais, as prestações de serviço do transporte das cargas realizadas no país. Como o próprio nome sugere, o CTE é um documento digital, isto é, ele é emitido, gerenciado e armazenado por meios eletrônicos.

Como curiosidade deste documento, vale destacar que a sua emissão é obrigatória e necessária em qualquer um dos modais de transporte, podendo ser rodoviário, aéreo, ferroviário, aquaviário ou dutoviário.

Escrevemos um guia completo sobre o CT-e. Clique aqui e aprenda mais sobre ele!

DANFE

O DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) é uma representação física, normalmente impressa em papel e simplificada, da Nota Fiscal Eletrônica. Ele permite acessá-la a qualquer momento.

Além disso, o DANFE comprova a entrega de uma mercadoria ao seu destinatário, o que facilita a rotina das transportadoras. Por fim, a emissão deste importante documento é feita pela secretaria de fazenda do estado onde a empresa opera.

Nota Fiscal Eletrônica

A NF-e é um documento emitido e armazenado digitalmente, e é utilizado para a comercialização de serviços, tendo sua validade jurídica garantida com uma assinatura digital do emissor e da Secretaria de Fazenda.

Este documento substitui uma série de formulários físicos, e facilita muito a rotina das transportadoras. Assim, tanto o governo como as organizações reduzem custo no momento de registro de uma venda, além de simplificarem este processo.

MDF-e (Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais)

O Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais, conhecido como MDF-e, é um documento obrigatório requisitado pela Secretaria da Fazenda e Planejamento (SEFAZ) que facilita a fiscalização do transporte de cargas em território nacional.

O MDFe reúne todos os CTes e NFes (Notas Fiscais Eletrônicas) existentes para entregas de mercadorias em um ou mais estados do país, além de  descomplicar processos de vistoria.

Conclusão

Ter em mãos os documentos obrigatórios no transporte de cargas é fundamental para assegurar sua empresa juridicamente, agilizar os procedimentos de entrega de mercadorias e facilitar os processos de fiscalização e controle.

Agora que você aprendeu mais sobre alguns dos documentos mais importantes para o transporte de cargas em nosso país, descubra tudo sobre a importância da gestão de multa em uma operação de frota.

Recent Posts