Qual a diferença entre frete CIF e FOB?

Uma das atividades de grande importância em toda organização é a gestão de fretes. Isso porque, com o passar dos anos, a logística se tornou uma área estratégica de grande importância para as empresas, afinal, além de tempo representar dinheiro, cada vez mais, os clientes querem receber suas mercadorias no menor tempo possível.

Sendo assim, a contratação de frete deve considerar aspectos que vão além do preço cobrado pelo transporte da mercadoria. É importante avaliar a reputação do prestador de serviço, as condições de pagamento, a opinião de clientes que já utilizaram o serviço, além de outros aspectos.

Nessa decisão, podem surgir dúvidas relacionadas ao tipo de frete escolhido: CIF ou FOB? Se você não sabe a diferença entre esses tipos de frete e as implicações de cada um, continue lendo o artigo e descubra tudo sobre os fretes CIF e FOB.

No artigo de hoje, você vai aprender sobre:

  • O que são é frete CIF?
  • O que é frete FOB?
  • Quando cada frete deve ser utilizado?

O que é frete CIF?

CIF é uma sigla em inglês que, em tradução literal para o português, significa “custo, seguro e frete”, do inglês “Cost, Insuranse and Freight”. Uma das características dessa modalidade de frete é que o pagamento é realizado na origem, além disso, o vendedor é responsável por todos os riscos e custos do transporte até a entrega da mercadoria ao destinatário.

É um tipo de serviço de frete mais caro, mas, mesmo assim, os consumidores preferem utilizá-lo, pois não precisam gerenciar o manuseio dos materiais, além de outros detalhes comuns ao serviço de frete.

Além disso, essa modalidade de frete é mais comum em negócios com alto volume de produtos de clientes diferentes, como acontece no e-commerce, por exemplo, dada a complexidade de organizar fretes diferentes para milhares de compradores, além de facilitar as negociações, uma vez que os clientes, normalmente, pagam pela mercadoria e pelo frete de uma só vez.

O que é frete FOB?

FOB, também é uma sigla em inglês que, em tradução para o português, significa “livre a bordo”, do inglês “Free On Board”. Nessa modalidade de frete, a responsabilidade do vendedor acaba quando as mercadorias são despachadas, sendo, portanto, o comprador, quem assume os riscos e custos com a entrega de suas mercadorias, desde o momento de embarque.

É uma opção muito mais favorável aos vendedores, por isso, é muito comum em negócios envolvendo empresas, popularmente conhecido pela sigla B2B (Business to Business), especialmente quando se trata de cargas de alto valor agregado ou com custo de frete muito alto, como no caso de grandes indústrias, que possuem muitos fornecedores e transportadores preferidos (que fazem a coleta diretamente nesses fornecedores).

Quando cada frete deve ser utilizado?

As empresas que vendem para o consumidor final, mercados conhecidos como B2C (business to consumer), sabem que esse tipo de cliente tem pouco ou nenhum conhecimento sobre tipos de frete e transporte de cargas.

Por isso, a melhor opção nesse caso, sem dúvida, é a modalidade de frete CIF, ainda que os valores com o serviço sejam mais elevados quando comparados aos custos do FOB, uma vez que a segurança para o consumidor é muito maior, além das facilidades do serviço.

Quando o destinatário é uma empresa, que já conhece as modalidades de frete, além dos trâmites relacionados ao transporte de cargas, certamente, a modalidade FOB é a mais recomendada.

Conclusão

Esperamos que você tenha aprendido mais sobre as diferença entre os fretes CIF e FOB, além de entender as implicações de ambos e quando normalmente são utilizados, a depender do tipo de cliente.

Agora que você aprendeu mais sobre o que é CIF e FOB, além das diferenças entre essas modalidades de frete, descubra tudo sobre os principais tipos de cargas transportadas em nosso país.

Recent Posts