Transporte: aprimorar é preciso

Já pararam pra pensar que todos os objetos utilizados no nosso dia, de alguma forma, dependeram do transporte para estarem próximos e disponíveis para utilização? Desde alimentos a materiais de escritório, diversos itens só se encontram acessíveis e ao nosso alcance, graças à atividade logística de maior importância para a sociedade, o transporte.

Endereçada no ciclo primário de atividades logísticas, o transporte opera a movimentação de diversos itens. A começar pela aquisição de matérias primas à entrega de produtos e serviços, dependemos diretamente do transporte para viabilizar todas estas ações.

Pensem, por exemplo, nas empresas de e-commerce. Grande parte destas empresas terceiriza as atividades de transporte em virtude da complexidade dos processos e do conhecimento específico requerido na execução destas ações. Sendo assim, deixam a cargo de um terceiro a realização destas atividades.

A evolução dos países e o processo capitalista de integração entre as mais diversas economias, conhecido como globalização, fomenta-se no progresso tecnológico e na evolução das inovações experimentadas pelo setor de transporte e mobilidade.

Como teríamos acesso aos alimentos sem as atividades de transporte? Ou, como seria possível conhecer novos países e culturas sem o poder do deslocamento? Uma coisa é certa: a vida as sociedades não existiriam sem a funcionalidade desta grande área operacional.

Todavia, de todas as atividades logísticas, o transporte é a que impacta em maior escala os custos totais logísticos, absorvendo cerca de dois terços de todos os dispêndios relativos ao fornecimento e a disponibilização do serviço.

Então, o que fazer para tornar o transporte cada vez mais otimizado? Como ofertar melhores níveis de serviço baseados no aprimoramento gerencial desta atividade? Como reduzir os custos totais com ações racionais, dinâmicas e sustentáveis?

Medidas para aprimorar o fornecimento das atividades de transporte

Dos diversos modais disponíveis para a realização de entregas, uma forma de aperfeiçoar esta interface dos processos logísticos é eleger, sob um viés racional, o modal que melhor se alinhe a demanda.

Parece óbvio, mas, às vezes, os processos mais simples, justamente por sua facilidade, são negligenciados. Por isso, nunca é demais atentar-se para o equilíbrio entre oferta e demanda observando a especificidade do processo.

Além disto, é sempre imprescindível utilizar a tecnologia para aperfeiçoar o nível de serviço, o controle gerencial e a obtenção simplificada de informações. A tecnologia, quando alinhada às necessidades operacionais, proporciona grandes resultados econômicos e funcionais (de operação).

Outra medida que pode ser adotada, diz respeito aos ativos da frota. Terceirizar ou não os veículos? Essa análise passa por uma série de estudos, mas, o principal, diz respeito aos gastos operacionais, que quando negligenciados, inflam bastante os custos variáveis dos serviços de transporte, impactando, consequentemente, nos custos totais de operação.

Por isso, atente-se sempre às possibilidades e ao manejo equilibrado dos fatores dinâmicos que impactam o fornecimento, os custos e a gestão de sua operação. No mais, lhe desejamos sucesso.

Agora que você aprendeu porque o fornecimento das atividades de transporte deve ser sempre aprimorado, descubra quais são os 4 fatores essenciais em uma operação de transporte fretado.

Recent Posts