Outsourcing em operações de transporte fretado

Com o passar dos anos, os modelos de gestão experimentaram grandes evoluções, seja na forma de aplicação, na usabilidade ou na capacidade de gerar resultados quando utilizados corretamente.

Da mesma maneira, a forma como as empresas comercializavam produtos e serviços também sofreu alterações. Novas metodologias comerciais foram desenvolvidas, além da especialização de algumas empresas nos mercados B2B.

Pensando nisso, no artigo de hoje mostraremos o que é outsourcing, sua aplicação no contexto de fretamento corporativo e as vantagens e desvantagens deste modelo na prestação de serviços.

Para facilitar a leitura deste artigo, sumarizados em tópicos o conteúdo abordado. Assim, além de esclarecer rapidamente suas dúvidas, você pode ler somente aquilo que for do seu interesse.

  • O que é outsourcing?
  • Vantagens e desvantagens do outsourcing
  • Outsourcing em operações de fretamento
  • Exemplo de outsourcing: transporte fretado
  • Entendendo melhor a situação

O que é outsourcing?

Outsourcing é uma expressão em inglês normalmente traduzida para o português como “terceirização”. É uma prática adotada por muitas empresas, pois facilita a concentração em suas próprias atividades e demandas de operação.

Então, podemos definir outsourcing como sendo um processo utilizado por muitas empresas em que uma organização contrata outra empresa para desenvolver determinada área do seu próprio negócio ou executar alguma atividade específica.

E quais são as vantagens e desvantagens deste modelo? É o que veremos agora!

Vantagens e desvantagens do outsourcing

Uma dos grandes benefícios do outsourcing é entregar a um terceiro, normalmente, uma empresa especialista, a gestão integral de determinada área ou atividade organizacional, o que pode representar uma grande vantagem competitiva para a empresa contratante.

Além disso, o outsourcing permite conhecer antecipadamente os custos envolvidos no processo, além de empregar novas tecnologias e recursos na organização contratadora, tanto tecnológicos como humanos.

Todavia, existem aspectos não tão vantajosos referentes ao outsourcing. Em algumas ocasiões, os custos do outsourcing podem ser maiores que o previsto, além da possibilidade de exploração indevida da força de trabalho (mão de obra).

Além disso, a empresa contratante passa a depender de uma outra companhia que não conhece o seu negócio, isso, muitas vezes, pode impactar na motivação e no compromisso, o que poderá influenciar os resultados.

Outsourcing em operações de fretamento

Depois de termos visto o que é outsourcing e alguns aspectos positivos e negativos deste processo, vamos mostrar um exemplo prático do outsourcing.

Exemplo de outsourcing: transporte fretado

Muitas empresas oferecem aos funcionários transporte para o trabalho. Este transporte, do tipo fretado, passa pelos bairros onde os funcionários moram todos os dias, em diferentes horários, dado os turnos de trabalho, buscam os funcionários e, ao término do expediente, os trazem de volta.

Para isso, é necessário um extenso e cuidadoso planejamento. Criação de rotas otimizadas, definição de pontos de embarque e desembarque, conhecimento do público atendido, escolha do fornecedor de transporte, controle do comportamento do motorista e diversos outros aspectos.

Muitas vezes, a empresa contratante não tem capacidade de executar, por si mesma, todas estas atividades, dado o grau de especialização e especificidade da demanda.

Mas, como funciona o outsourcing neste tipo de situação? Qual empresa deve ser a responsável por implementar o fretamento? Uma empresa especializada em gestão de transporte e que desenvolve tecnologia para este mercado ou uma empresa que fornece o transporte (gestão de frotas)?

Entendendo melhor a situação

Inicialmente, muitos poderiam responder que a empresa ideal, responsável por implementar este processo de outsourcing, seria a companhia de gestão de frotas. Todavia, não é bem assim. E mostraremos os motivos.

É claro o conflito de interesse entre a empresa de fretamento e a contratante. Isso porque a empresa dona dos veículos não observa possibilidades de otimização, mas, seu intuito é sempre escalar seus veículos, ainda que não estejam totalmente ocupados. É como “entregar o galinheiro nas mãos da raposa”!

Já a empresa especializada em gestão de transporte e que desenvolve tecnologia para este mercado, sempre buscará otimizar a operação da contratante e o uso dos recursos do fornecedor de transporte, além de dispor de tecnologias fundamentais na gestão de todo o processo que serão utilizadas tanto pelo fornecedor de transporte como pelo contratante, beneficiando, assim, a ambos.

Sendo assim, neste contexto, a empresa especializada e de tecnologia é a organização ideal para implementar o processo de outsourcing. Escolhido devidamente o fornecedor, o processo de outsourcing, então, é iniciado.

Por meio do seu conhecimento, a empresa de tecnologia cria as rotas otimizadas de acordo com as informações geográficas dos usuários, isto é, o endereço de referência, não sendo necessariamente o endereço residencial dos funcionários.

Em seguida, os pontos de embarque são criados, sendo baseados nas alocações próximas da residência ou pontos de referência, isto é, agrupam-se os moradores em um mesmo ponto em uma dada região. Além disso, outras etapas são realizadas e verificadas.

Após todas as implementações, a empresa especializada se responsabiliza por gerenciar esta atividade dentro da estrutura maior da organização, funcionando como uma subdivisão de operação, especializada e orientada a otimizar tudo o que for possível para todos os envolvidos.

Conclusão

Como vimos, o outsourcing é um processo extremamente útil nos dias de hoje, dada a especialização e grau de eficiência com que é executado pelas empresas que prestam este tipo de serviço.

Através da nossa plataforma para gestão de transporte, o iTransport, prestamos este serviço para diversas empresas do Brasil em vários segmentos de transporte. Conheça nosso serviço de outsourcing e inaugure uma nova era de gestão na sua empresa! Clique aqui!

Agora que você aprendeu mais sobre o que é outsourcing e como ele ocorre no dia a dia de uma organização, descubra tudo sobre banda de rodagem, o que é, qual a importância e quais são os tipos de banda existentes.

Recent Posts