Planejamento de transporte 2020: por onde começar?

Todos os departamento são importantes para que as empresas tenham êxito na condução de seus negócios, consigam reduzir custo, desenvolvam produtos e serviços de qualidade e satisfaçam seus clientes.

É comum ocorrerem discussões sobre a importância dos departamentos para uma empresa, isto é, “debates” internos sobre qual é o departamento mais importante de uma organização e, via de regra, não se consegue chegar a um denominador comum.

Se pensarmos as organizações como o corpo humano, onde cada membro (braços, pernas, joelhos, etc.) fosse um dos departamentos, entenderíamos que todo o sistema é interdependente das atividades, processos e soluções dos outros setores e que quando uma parte do corpo vai mal, toda a organização sofre as consequências disso.

Então, compreenderíamos que por mais importantes que sejam as atividades de um determinado setor, não há princípios que permitam comparar setores diferentes, uma vez que, a exemplo do corpo humano, corpo, só é corpo, se todos os membros caminham em harmonia mantendo algum nível de individualidade, mantenham-se saudáveis e em pleno funcionamento.

Sendo assim, no artigo de hoje, abordaremos alguns pontos importantes relacionados ao planejamento de transporte para o ano de 2020. Além disso, daremos algumas dicas simples que irão facilitar este processo e, ao mesmo tempo, torná-lo eficiente e descomplicado.

No artigo de hoje, falaremos sobre:

  • Por onde começar?
  • Orçamento e fornecedores
  • Métricas de acompanhamento

Por onde começar?

Poderíamos dizer que a melhor maneira de começar um planejamento é começando “do início”. Brincadeiras a parte, antes de começar o planejamento de transportes de qualquer ano, é fundamental analisar os resultados dos anos anteriores, sobretudo, do ano em curso.

Além disso, aconselhamos que, ao fazer o planejamento de transportes de cada ano, os gestores criem séries históricas de dados, uma espécie de portal de informações, assim, o processo de consulta aos resultados dos anos anteriores será facilitado.

Por fim, se as empresas pretendem caminhar sem grandes riscos, é de suma importância entender o passado, aprender com os erros e falhas, além de assimilar as implicações dos fracassos. Errar não é desejável, mas, faz parte. Contudo, é fundamental que a correção seja rápida e eficiente.

Orçamento e fornecedores

O setor logístico das empresas é um dos departamentos de maior custo para as organizações. Sendo assim, o planejamento financeiro é um instrumento muito significativo, pois, além de mostrar os custos previstos para o ano, indica onde existem “buracos” e gaps orçamentários.

Há de se avaliar também com quais fornecedores a organização contará no próximo ano. A terceirização das atividades logísticas de transporte é comum e, muitas vezes, recomendada. Todavia, os benefícios só serão experimentados se a relação entre as partes for de transparência e, principalmente, se as entregas prometidas forem cumpridas e eficazes.

Portanto, é de grande importância avaliar os fornecedores que a organização pretende utilizar para o próximo ano, realizando consultas a seus clientes atuais e uma ampla pesquisa no mercado sobre a possível parceira de negócios.

Quando nos referimos aos “fornecedores”, pensamos em todos os possíveis parceiros de negócio de uma organização, como empresas de fornecimento de software para gestão de transporte, manutenção veicular, cards de abastecimento, dentre outras.

Métricas de acompanhamento

Empresas que não planejam, planejam fracassar. Da mesma forma, organizações que não acompanham os resultados através de indicadores, almejam caminhar às cegas e, certamente, muitos problemas poderão surgir.

Por isso, além de analisar se as métricas estão aderentes aos objetivos do negócio, isto é, se realmente fornecem informações importantes, é fundamental que a criação de métricas seja racional, informativa, analítica e haja precisão em todo o processo.

Conclusão

Como mostramos, o planejamento é um instrumento muito importante para qualquer empresa, pois, além de indicar os caminhos que uma organização deve seguir, sinaliza quais os possíveis problemas poderão ser encontrados ao longo do próximo ano.

Neste artigo, procuramos indicar de forma simples e descomplicada, alguns pontos importantes na hora de realizar o planejamento, que devem ser considerados e, principalmente, colocados em prática.

Agora que você aprendeu mais sobre como criar um planejamento eficiente de transportes, descubra tudo sobre a nova pesquisa familiar do IBGE que mostrou um aumento nos custos de transporte das famílias.

Recent Posts