Rastreamento veicular: o guia definitivo

Já parou para pensar como o desenvolvimento da tecnologia influência ou pode influenciar nossas vidas? Diariamente vivemos a influência tecnológica de diversas formas, seja ao pegar o telefone celular, assistir televisão, acessar a internet… São tantas coisas que se fôssemos detalhá-las levaríamos muito tempo.

A construção da história passa pelo surgimento de muitas tecnologias, mas para entendê-las, é necessário voltar ao passado e compreender as necessidades da época, as demandas das pessoas, o estágio econômico e os recursos que viabilizaram o surgimento de determinadas tecnologias.

É pensando nisso e na importância da tecnologia aplicada ao cotidiano que, no artigo de hoje, falaremos sobre o rastreamento veicular. Como funciona? Porque uma frota deveria possuir este mecanismo de controle e segurança? Como o rastreamento ajuda uma empresa a reduzir custos?

Como funciona o rastreamento veicular

Para entendermos o rastreamento em todas suas dimensões é necessário recuar algumas páginas na história e entender a tecnologia por trás deste processo: os rastreadores. O rastreador é um dispositivo de geolocalização que tem sido empregado para o monitoramento de veículos, objetos, pessoas, animais e diversas outras aplicações de acompanhamento.

Essencialmente, indica a localização exata e em tempo real do “corpo” que monitora. No caso dos veículos, é possível conhecer em qual direção estão se movimentando, sua velocidade exata, os pontos de frenagens e acelerações e o consumo de combustível, além de efetuar seu bloqueio em caso de roubo. Seu funcionamento ocorre por meio de dois tipos de tecnologia: os sistemas de radio frequência e os aparelhos integrados com GPS (Global Position System).

Dispositivos dotados de Radio Frequência

Os dispositivos com funcionamento via radiofrequência, tecnologia também conhecida pela sigla RF, se baseiam na triangulação de sinais captados por redes formadas por grandes antenas receptoras, que permitem uma ampla cobertura de área. Seu funcionamento se assemelha aos telefones celulares, dependem de chips, os chamados simcads e operam por meio de uma linha telefônica.

Funcionamento do GPS

O GPS, por sua vez, funciona através de uma rede composta por 24 satélites que ficam distribuídos em seis planos, próximos a órbita da Terra. Estes satélites enviam sinais para o receptor (o aparelho de GPS), e então, a partir disso, o aparelho de GPS interpreta esses sinais indicando a localização exata de um corpo, decodificando as localizações enviadas por meio de coordenadas geográficas (latitude e longitude, por exemplo).

Sendo assim, esse sistema pode enviar sua localização exata para pontos receptores localizados em terra, que são transmitidos para centrais que oferecem o serviço de rastreamento veicular. E é assim que nasceu o rastreamento veicular.

Porque rastrear uma frota de veículos?

Quanto maior o tamanho de uma frota, certamente, maiores são as preocupações dos gestores com segurança, não somente dos veículos em operação, mas, sobretudo, com o que está sendo transportado (materiais de clientes, produtos, pessoas, etc.). Assim sendo, o rastreamento veicular é uma forma eficiente de obter informações em tempo real sobre tudo que envolve os veículos quando estão sendo utilizados.

Por meio do rastreamento veicular, as centrais que gerenciam operações de transporte têm condições de monitorar muitos parâmetros do funcionamento de um veículo. Podem, por exemplo, conhecer a velocidade exata do veículo, excessos cometidos pelo condutor,uso não autorizado dos veículos da frota, consumo de combustível e uma série de outras informações a depender da política de transportes da companhia.

Também, por meio do rastreamento veicular, as centrais que administram às rotinas de uma operação podem, em caso de roubo e furto, por exemplo, bloquear (desbloquear também) o funcionamento do veículo remotamente,assim, minimizando o acontecimento de maiores prejuízos e protegendo tanto os ativos da frota quanto as cargas ou objetos de seu transporte.

Como o rastreamento reduz custo?

Por meio do rastreamento, uma empresa consegue obter uma densa quantidade de informações muito importantes para o funcionamento de uma operação de transportes. Assim sendo, mediante a análise destes dados, os gestores podem tomar decisões que reduzam custo, como exemplo, podemos citar os excessos cometidos por motoristas no que diz respeito à quantidade de acelerações (consumo de combustível) e frenagens bruscas (desgaste do veículo), o bloqueio remoto dos veículos em relação à atenuação de prejuízos e uma série de outras medidas que poderão ser tomadas.

Dessa forma, por meio do rastreamento veicular, uma empresa pode aprimorar sua gestão, evoluir o nível de serviço ao cliente, potencializar o cuidado com o que está sendo transportado, aumentar a segurança dos veículos pertencentes à frota e reduzir os custos operacionais através da análise de dados relevantes.

Agora que você aprendeu sobre o rastreamento veicular, descubra tudo a respeito dos softwares, como funcionam, os investimentos necessários para contratá-los e uma série de outras informações importantes.

Recent Posts