5 formas de reduzir custo em sua operação de transporte

Em qualquer empresa, independente do contexto de mercado e do tipo de negócio, sempre existe a preocupação com os custos. É do conhecimento de todos, ou pelo menos deveria ser, que as organizações devem ser encaradas como um organismo vivo, quer dizer, dependente em si mesma de seus departamentos, processos e pessoas.

Mas o principal fator que alavanca qualquer empresa e a torna operacional, viável e lucrativa é a forma com que ela lida com dinheiro. Por isso, no artigo de hoje mostraremos cinco formas de reduzir custo em sua operação de transporte, seus benefícios, objetivos e como isso interfere no potencial de lucratividade do seu negócio.

1 – Roteirização

Caso você ainda não saiba o que é a roteirização e porque aplicá-la no contexto do seu negócio, leia este guia completo que escrevemos sobre esta grandiosa tecnologia. Através da roteirização, seguramente, seus veículos se deslocarão no menor tempo e pela menor distância possível. Isso impactará sua operação de diversas formas.

Além de reduzir seus custos operacionais com economia de combustível e com o desgaste prematuro dos compenetres mecânicos, você será capaz de evoluir o nível de seus serviços, reduzir a emissão de poluentes de sua frota e dimensionar de forma mais otimizada a escala de veículos para as demandas de rotina.

2 – Comportamento dos motoristas

Ao monitorar o comportamento dos motoristas é possível verificar uma série de informações importantes para sua análise, gerar conhecimento e tomar decisões seguras objetivando reduzir custo.

Quando se monitora o comportamento do motorista tem-se, por exemplo, a capacidade de saber se os motoristas estão utilizando o veículo para fins não autorizados, quando há desvio da rota programada, quantidade de frenagens, acelerações excessivas e uma série de outros parâmetros definidos pela própria empresa.

3 – Bloqueio remoto de veículos

Não estranhe, iremos explicar porque colocamos este tópico dentre as recomendações de conduta e implementação com vistas a redução de custo. Imagine que seu veículo foi roubado e está transportando uma carga de altíssimo valor agregado. Como agir diante disso?

Nossa sugestão diz respeito à instituição de mecanismos de prevenção a furtos e roubos, uma vez que, estando sujeito a passar por episódios como o exemplificado, você aja de forma a minimizar prejuízos que levaria bloqueando (e desbloqueando) o veículo de forma remota, ou seja, à distância.

4 – Manutenções periódicas

Essa dica diz respeito às manutenções programadas, ou seja, aquelas já previstas e cuja realização impacta diretamente no funcionamento dos veículos de sua frota.

Esse tipo de procedimento é importante, pois, além de prolongar a vida útil das peças mecânicas, cria-se a possibilidade de verificar possíveis demandas pontuais e se antecipar a elas, quer dizer, eventuais problemas mecânicos com potencial de ocorrência, como, por exemplo, rompimento da correia principal do moto.

5 – Escala de veículos

Essa dica parece muito trivial, mas, infelizmente, não é. Muitas empresas na hora de iniciar os roteiros e estabelecer a ordem de visitação utilizam, de forma desproporcional, veículos não recomendados para aquele trajeto, quer dizer, em demandas pequenas escalam veículos maiores cujo custo de propriedade e operação é, também, maior.

Portanto, na hora de programar as entregas, verifique a real necessidade da demanda e escale veículos proporcionais à necessidade a ser atendida. Assim, garante-se o atendimento ao cliente de forma a não inflar, diretamente, mesmo que de forma inconsciente, seus custos de operação.

Agora que você descobriu formas de reduzir custo em sua operação de transporte, descubra tudo a respeito do controle de acesso, porque usá-lo, como implementá-lo e como esta tecnologia pode beneficiar sua operação de transporte, principalmente, se o público atendido for grande.

Recent Posts