Saiba como definir KPIS para sua operação de transporte

Um dos grandes desafios dos gestores de transporte é apurar os resultados da operação, analisar os dados, interpretar as informações e, não menos importante, tomar decisões corretas, alinhadas às demandas da organização.

Para isso, é fundamental que se saiba onde olhar, o que deve ser observado, sob quais perspectivas, a urgência da situação, além de definir prazos razoáveis para que novas ações sejam implementadas com segurança.

Por isso, é fundamental definir métricas chave, isto é, ferramentas informacionais que auxiliem os gestores a medir, apurar e conhecer o nível de desempenho de sua operação logística.

Assim sendo, no artigo de hoje, mostraremos como definir métricas chave – KPIS – relevantes para uma operação de transporte. Abordaremos alguns cuidados na hora de definir as métricas para sua operação e quais os problemas com as chamadas “métricas de vaidade”.

No artigo de hoje, você aprenderá sobre:

  • O que são KPIS e como definí-los?
  • O que são métricas de vaidade e qual seu perigo?

Esperamos ajudar você a aprimorar a gestão de sua operação, criar processos claros e enxutos, além de estabelecer fluxos de extração de informação descomplicados. Tenha uma ótima leitura!

O que são KPIS e como definí-los?

KPI é a sigla em inglês para Key Performance Indicator, isto é, uma metodologia de gestão destinada a apuração dos objetivos de uma organização, em outras palavras, é um conjunto de iniciativas destinadas a analisar os resultados esperados por uma empresa.

Em português, esta sigla é conhecida como Indicador Chave de Performance. Existem milhares de indicadores chave de performance, a depender do tipo de negócio, estágio de desenvolvimento, mercado de atuação, tipo de produto, além de outras características.

A quilometragem percorrida em um mês, por exemplo, por uma empresa de frota, gerar excelentes indicadores de performance, apontando aspectos como consumo e custos com combustível, desempenho dos motoristas, proporção de emissão de poluentes, além de outros aspectos.

Em suma: ao definir um KPI, deve-se analisar qual a relevância da métrica, isto é, a métrica aponta informações, realmente relevantes para o seu negócio? Ou, é uma métrica vazia, quer dizer, não aponta sua performance, tampouco, é relevante?

Por isso, ao definir métricas de desempenho, é importante tomar alguns cuidados, pois, por descuido, pode-se definir as chamadas métricas de vaidade. Mas, o que são métricas de vaidade? É o que vamos ver agora!

O que são métricas de vaidade e qual seu perigo?

Como vimos, métricas de desempenho, fornecem informações relevantes para determinado negócio, que servem de sólido suporte para tomada de decisão. As métricas de vaidade, são o oposto disso.

Métricas de vaidade, de uma forma bastante resumida e direta, são fontes de informação ou dados muitas vezes acompanhados por gestores de transporte e frota que não auxiliam em nada a tomar decisões.

Algumas métricas de vaidade possuem algum valor, mas, o ponto aqui é: elas não merecem ser acompanhadas, pois, não auxiliam gestores a tomar decisões importantes para uma operação.

Conclusão

Como vimos, para que gestores de frota tenham condições de analisar a performance de uma operação, é de extrema importância acompanhar dados que informem a realidade organizacional, além de suportarem uma segura tomada de decisão.

Agora que você aprendeu mais sobre KPIS para gestão de transporte, descubra como recorrer de multas tomadas da forma correta, quais são as instâncias que você pode utilizar e o que esperar com tudo isso!

Recent Posts